A raíz do medo

Quem é que votou nesta senhora?

Viva!

Sócrates fez muitas asneiras, mas, não podemos esquecer-nos que também é responsável por muitas boas medidas!

Também fiquei aos pulos de alegria com a demissão do ilustre licenciado ao Domingo. Mas impõe-se a questão: poderia ter feito melhor? Claro que sim, mas, quão melhor?

A receita para sair de uma crise económica, traduzindo por miúdos, é baixar impostos e aumentar o investimento público. Mas, quando temos gente que nos chama “parceiros” a impôr medidas que, em vez de resolver os nossos problemas, só os acentuam… Com o único propósito de garantir que somos capazes de pagar a nossa Dívida Pública, em vez de ser para incentivar o crescimento económico! Quando a situação é assim temos, antes de mais e, além dos nossos problemas internos, que repensar as nossas relações internacionais.

Não gosto de o fazer, mas, tenho de admitir alguma razão aos esquerdistas que chamaram a atenção para a nossa perda de soberania. As coisas ainda vão ficar pior!

Cumprimentos!

António Gaito

4 Respostas to “A raíz do medo”

  1. João Paulo Marques Matos Says:

    tens razão, mas esqueces-te dos mercados a das empresas privadas que fazem os ratings que são os mercados e que provocam estas situações e que impedem estas medidas porque hoje vivemos para os mercados. boa foto.

  2. quartarepublica Says:

    Os mercados são pessoas. E se não têm confiança em nós, é claro que exigem mais juros para nos financiar. A culpa é, sobretudo, nossa e dos governantes que nos deixaram cair na ditadura dos mercados!

  3. João Paulo Marques Matos Says:

    então mas nós precisamos dos investimentos dos mercados! os valores da maioria dos bens que consumimos passa pelos mercados!

  4. quartarepublica Says:

    Qualquer bem vale aquilo que estás disposto a pagar por ele…
    Se geres um superavit, financias o Estado Social a partir daí. se geres um deficit, tens de te financiar nos mercados para financiar o Estado Social.
    Estou a preparar um artigo sobre a bolha do ouro, mas, adianto já a minha opinião: temos de mudar a lei que nos impede de vender ouro para pagar o que devemos. Não tarda, a bolha do ouro rebenta, ficamos com um monte de metal que vale umas dez vezes menos que agora e continuamos a pagar a Dívida Pública com juros.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: