O que é a “pegada de carbono”?

6 Respostas to “O que é a “pegada de carbono”?”

  1. joao matos Says:

    claro, no meio de todas as mortes que a nato fez no iraque, que diferença faz se o helicóptero matou deliberadamente civis sem motivo aparete? nenhuma, é insignificante
    que interessa se os americanos desperdiçam 40% da comida que produzem? é insignificante perante a quantidade enorme de pessoas que passam fome diariamente

    eu sei que não estou a restringir-me ao teu post, mas é importante perceber que coisas que por vezes parecem insignificantes não o são

    se partirmos do consenso cientifico actual de que o de carbono provoca efeito de estufa e que o excesso de carbono provoca um aumento da temperatura

    que este carbono é feito pelo homem

    http://www.bgc.mpg.de/service/iso_gas_lab/publications/PG_WB_IJMS.pdf

    e que este esta a aumentar

    http://www.sciencemag.org/content/326/5958/1394.abstract

  2. quartarepublica Says:

    Carbono é um elemento. A molécula em questão chama-se dióxido de carbono.
    Nenhum carbono é «feito pelo homem». Todo é feito pelas estrelas…
    O primeiro artigo que referes trata a relação entre os isótopos de C12 e C13 na atmosfera, o que permite inferir a quantidade de CO2 resultante da queima de combustíveis fósseis. Se não soubessemos essa proporção, não seria possível fazer este vídeo!
    Mesmo sem CO2 emitido pela actividade humana, este estaria a aumentar, resultante da libertação pelos oceanos. O segundo artigo que referes correlaciona o CO2 atmosférico com a temperatura. A relação de causa-efeito é consensual: as mudanças de temperatura é que afectam a concentração de CO2. O único sítio onde te dizem o contrário é no filme do Al Gore – toda a gente, incluindo um tribunal inglês, percebeu que ele mentiu!
    É verdade que o CO2 antropogénico está a aumentar, sobretudo por causa dos países em desenvolvimento. Mas, mesmo assim, continua a representar menos de 4% do total na atmosfera. As consequências em termos de aumento da temperatura média global medem-se em fracções de grau centígrado – é estatisticamente insignificante!
    Preocupa-me mais a poluição nos países em desenvolvimento…

  3. A. R Says:

    Que interessam as mortes na Chechénia, no Holodomor, as fomes no Sudão, em Cuba, no Zimbabwe, na Coreia do Norte, a comida transformada em combustíveis pelos chineses em Africa, os mortos na Geórgia, os 500 000 angolanos mortos na Guerra Cívil, a pobreza dos Angolanos no sopé das vivendas dos ricos em Luanda num pais que recebe 23 dólares por pessoa por dia do petróleo, pelos …

  4. A. R Says:

    “se partirmos do consenso cientifico actual de que o de carbono provoc…” FALSO.

    “que o excesso de carbono provoca um aumento da temperatura
    que este carbono é feito pelo homem”: FALSO.

    Se X aumenta e Y aumenta X não implica Y.

  5. joao matos Says:

    desculpa?! quer queiras quer não, este é o paradigma actual

    http://www.sciencemag.org/content/306/5702/1686.full

    http://www.noaanews.noaa.gov/stories2010/20100728_stateoftheclimate.html

  6. quartarepublica Says:

    A primeira referência não é um artigo científico. É uma carta à revista Science. Seja como for, desde quando é que uma opinião maioritária significa um “consenso”? Voltamos a esta questão: https://quartarepublica.wordpress.com/2011/03/14/ainda-sobre-a-lista-negra/ – lê o pdf…
    Quanto à segunda referência, nunca disse que a década 2000-2010 não foi a mais quente dos últimos 150 anos – embora me pareça que os “ajustes” escondam uma paridade com a década de 1930. Nas décadas de 1980 e 1990 houve aquecimento, mas, na última década a tendência foi ZERO – ou seja, depois do aumento de temperaturas resultantes do shift climático de 1975, a anomalia de temperatura estagnou desde 1998. Se tu já viste os gráficos neste blog e tens, não só as ligações para confirmares, como uma actualização mensal das anomalias medidas por satélite na baixa troposfera, acreditas mais no que lês ou no que vês? Eu prefiro ver e formar a minha opinião!
    Ainda não percebeste que a GRANDE QUESTÃO é a ligação entre o CO2 antropogénico e o alegado aumento da temperatura? Que o problema não está nos dados , mas, na forma como os interpretas? Traduzindo por miudos, olha para o World Climate Widget na barra lateral e tenta explicar qualquer relação de causa-efeito entre um segmento de recta oblíquo e uma linha ondulante!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: