A falta de ética da Greenpeace

Viva!

Via Jo Nova, mais um vídeo em que a milionária igreja do ecologismo ataca o inimigo capitalista da maneira mais suja que as leis permitem. Desta feita, em vez de explodirem crianças hereges, usam uma criança para atacar um banco, num dos países onde esta religião tem causado mais estragos.

Cumprimentos!

António Gaito

4 Respostas to “A falta de ética da Greenpeace”

  1. joao paulo marques matos Says:

    estas a por em causa que instituições não governamentais sem fins lucrativos não podem ter dinheiro? não é suposto o capitalismo/democracia permitir isso? estas a querer dizer que o conteúdo do video é mentira? que não se podem usar crianças nos anúncios ou que só alguns podem usar crianças? tipo onde os ocidentais vao buscar minérios ou bugigangas…
    podes eventualmente querer dizer que o capitalismo não cria poluição ou que as empresas têm consciencia ecologica o que não é verdade porque o que interessa é o lucro. acima de tudo, acima de todos.

    é que não dizes nada em concreto. queres fazer alguma coisa de jeito sugiro que vás ao site procures a causa da campanha e depois exponhas o que queres dizer. De outra forma terei de considerar que estas a insinuar algum tipo de ditadura….

  2. quartarepublica Says:

    O que ponho em causa é a credibilidade de uma organização ferozmente anti-capitalista que, no entanto, gere milhões.
    O sistema democrático e liberal que lhes permite isso é o mesmo sistema que tentam destruir.
    Que a indústria do carvão nos países ocidentais (vamos ignorar a geografia para incluir a Austrália) é poluente, sim, é mentira.
    Sou contra a utilização de menores – pessoas sem capacidade juridica – para fins comerciais ou propagandísticos. E acho horrível o vídeo das crianças a explodir! Tu não?
    As empresas, em geral, têm tanta consciência ecológica como os ecologistas têm consciência económica. Quanto à ética de um anúncio destes, qual seria a tua opinião de uma coisa semelhante a mostrar os podres da Greenpeace, patrocinada por uma grande empresa? Isto é propaganda baixa.
    Quanto a aspirações ditatoriais, quem quer reduzir as minhas liberdades e o meu nível de vida é o ecologismo radical…
    Se querem fazer campanhas contra a poluição na indústria do carvão, escolham alvos chineses ou indianos.

  3. Lura do Grilo Says:

    De facto sobre a fuga de Petróleo que banhou parte dos USA nem um protesto: recebiam milhões da BP. O Mar Aral continua a secar: nem um protesto! O objectivo desta organização é o terrorismo verde com “lucros” a todo o custo extorquindo quem conseguirem.

  4. quartarepublica Says:

    Directamente não recebiam da B.P., mas, uma quantidade de associados da Greenpeace estavam regularmente no livro de cheques da B.P.
    Alguma vez alguém se recorda de a Greenpeace ter protestado contra os atentados ambientais do antigo bloco soviético? Alguém conhece alguma campanha da Greenpeace contra a poluição na China?
    O Mar de Aral, tal como o Cáspio, devido às alterações climáticas naturais, deveria regredir. Mas, a indústria soviética (e posterior) agravou o problema, em vez de promover a adaptação. E os pescadores de esturjão, ou os agricultores, não têm dinheiro para comprar o lobby. Mesmo que tivessem, a força ambientalista só se aplica nas sociedades democráticas.
    Ou seja, eles lutam contra o único modelo político que lho permite fazer… A favor de ditaduras que não os toleram! Não sei qual o adjectivo mais adequado para isso: ingenuidade, estupidez ou hipocrisia?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: