Rockets palestinianos continuam a matar na Páscoa

A arma preferida dos palestinianos para lançar o terror: o foguete Qassam.

Viva!

Assim que começou a Páscoa Judaica, na tarde do dia 18 de Abril, Segunda-Feira no nosso calendário, os ataques com foguetes Qassam disparados da Faixa de Gaza intensificaram-se.

Estas armas cegas, disparadas ao acaso, sem alvo definido pelos assassinos que as disparam, atingiram esta Sexta-Feira um edifício da missão humanitária das Nações Unidas, ferindo três funcionários. Isto, poucos dias depois de um activista pró-palestiniano, italiano de origem, ter sido barbaramente turturado e assassinado, vítima das lutas internas entre as organizações terroristas que fazem de Gaza uma terra sem lei.

A tradição islâmica de atacar o Estado de Israel durante os feriados religiosos judaicos perpetua-se… O nazismo não despareceu – só mudou de bandeira e ganhou o apoio da esquerda Ocidental! Talvez por isso, na nossa comunicação social, só seja digno envenenar a opinião pública contra o povo judeu, ocultando o terror a que a única democracia daquela região está diariamente sujeita…

Shalom!

António Gaito

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: