Ecologismo como religião

Michael Crichton

Viva!

Já, por várias vezes, tenho defendido que o ecologismo tornou-se um fenómeno religioso. Não tenho, porém, conseguido argumentar de forma tão concisa e brilhante como fez Michael Crichton.

Esta edição que agora partilho, reúne três comunicações apresentadas por este mestre da ficção científica e defensor do método e rigor cientíco esquecido por tantos, entre as quais, uma que já tinha partilhado:  crichton_3.

No discurso «Environmentalism as a religion» demonstra-se como, com a perda de valores da civilização ocidental e, sobretudo, da sociedade urbana, o ecologismo veio ocupar o lugar deixado vago pelas religiões. Mais que isso, o ecologismo desligou-se das raízes enquanto movimento social e da argumentação científica, tornando-se indiferente à veracidade ou falsidade dos autênticos dogmas em que assenta. Quem não alinhar no discurso politicamente correcto desta religião é um herege e merece ser punido ou ostracizado.

Cumprimentos!

António Gaito

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: