Esclarecimento sobre o discurso feito nas comemorações do 25 de Abril

Viva!

No seguimento dos mal-entendidos causados pelo discurso que apresentei na sessão Solene Comemorativa do 25 de Abril, patentes na imediata resposta do Presidente da J.F. da Pontinha, nas palavras de alguns membros do partido totalitário com assento na Assembleia de Freguesia e que transpareceram para a edição nº 390 do Jornal Nova Odivelas (390), compete-me esclarecer o seguinte:

  • em nenhum momento do texto que li – disponível em https://quartarepublica.wordpress.com/2011/04/24/comunicacao-na-sessao-solene-comemorativa-do-25-de-abril-na-pontinha/ – contesto a presença de Portugal na União Europeia, pois, sou um defensor da livre circulação de pessoas, bens e capital. Contesto, sim, a perda de soberania política e jurídica das várias nações para a Comissão Europeia – que, ao contrário do Parlamento Europeu, não é eleita democraticamente – e a perda da soberania monetária para o Banco Central Europeu – neste sentido, devo explicar que sou visceralmente contra a moeda fiduciária e a permissão que a banca tem de manter reservas fraccionárias;
  • em nenhum momento culpei o Partido Socialista de hoje pela chamada “geração à rasca” – termo que nem utilizo no discurso. Distribuí, sim, as culpas por todos os que nos governaram na Terceira República, com especial ênfase no P.S. que nos levou à bancarrota por três vezes em trinta anos – e nisto não há qualquer mentira;
  • os «cinco minutos» não foram referidos para me queixar de ser pouco tempo. Pelo contrário, não andasse a língua portuguesa pelas ruas da amargura e não fossem certas pessoas cegas e surdas por motivos de conveniência política, teria sido facilmente percebido o artifício retórico: cinco minutos é tempo de sobra para pensar bem antes de votar. Só posso presumir que esta tenha sido uma confusão deliberadamente criada por quem precisa que os portugueses continuem a votar religiosamente no mesmo partido, pois disso dependem os seus interesses pessoais. A alternativa a esta hipótese é a pura ignorância, o que não é melhor, tratando-se de pessoas responsáveis pela coisa pública!

Com os melhores cumprimentos!

António Gaito (e não «Gaíto»)

Uma resposta to “Esclarecimento sobre o discurso feito nas comemorações do 25 de Abril”

  1. O que é hiperinflacção? « Quarta República Says:

    […] e é isso que está a acontecer, como já referi! Chegando ao ponto em que nos encontramos, para que não me acusem de ser anti-europeu – quando, por defender o mesmo, há uns anos atrás seria um eurocêntrico – parece-me […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: