Dúvida no seguimento do sismo em Múrcia

UPDATE – Tendo em conta que a região a Norte de Lisboa se encontra no prolongamento da faixa abaixo referida, o conteúdo deste artigo, publicado o mês passado por investigadores portugueses, torna-se interessante: Persistent Scatterers Interferometry detects and measures ground subsidence in Lisbon. Há um afundamento de terrenos na zona de Vialonga e nas Laranjeiras que, em parte, pode ser explicado pela captação de águas subterrâneas. Será que algum evento geológico está a contribuir?
 

Viva!

Como não sou grande conhecedor de sismologia, gostaria que algum dos leitores com melhores conhecimentos comentasse algo sobre isto:

Imagem tirada hoje, 2 de Maio, do site do Instituto de Meteorologia.

  • 27 de Abril, Vendas Novas – 2.5;
  • 2 de Maio, Aracena – 2.4;
  • 4 de Maio, Évora – 2.5;
  • 11 de Maio, Lorca – 5.1 (o principal).

Se contarmos só com estes sismos (excluindo os registados, mas, não sentidos), podemos quase traçar uma linha recta no sentido NW/SE. É alarmismo ou está a acontecer algum fenómeno geológico ao longo desta faixa?

Cumprimentos!

António Gaito

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: